Menu fechado

setembro 23, 2013

Análise dos riscos à saúde e à segurança prisional – X SIBESA dos aparelhos sanitários instalados em prisões masculinas

Continuando com o tema de engenharia sanitária e análise de riscos à saúde e à segurança prisional, segue mais um trabalho de Emerson Bruno de Oliveira Gomes, juntamente com José Almir Rodrigues Pereira e José Maria Coelho Bassalo para o X Simpósio Ítalo-Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, ocorrida em 2010.

Nesse trabalho se busca realizar uma avaliação de desempenho entre os sanitários comumente instalados em estabelecimentos penais, apontando-se quais oferecem as melhores condições de proteção à saúde e à segurança, e quais podem ser considerados inadequados para uso no ambiente carcerário. Utilizou-se como estudo de caso o sistema penitenciário do Estado do Pará.

PALAVRAS-CHAVE:  Estabelecimentos Penais, Aparelhos Sanitários, Segurança

Confira os resultados, clicando aqui para fazer o download. VII-26 Texto X Simpósio -V04 _2_ APRESENTA‚ÌO_SIBESA_2010 c

 

 

Sobre os autores:

EMERSON BRUNO DE OLIVEIRA GOMES

Arquiteto e Urbanista pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Mestre em Engenharia Civil pela mesma universidade. Especialista em Gerenciamento e Gestão da Qualidade na Indústria da Construção Civil.

JOSÉ ALMIR RODRIGUES PEREIRA

Engenheiro Sanitarista pela Universidade Federal do Pará. Doutorado em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (EESC/USP).

JOSÉ MARIA COELHO BASSALO

Arquiteto e Urbanista pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Mestre em Engenharia

 

 

 

 

 

 

 

Shop Amazon – All – New Kindle Paperwhite




Projeto de bacia sanitária para carceragens masculinas visando à interrupção do ciclo epidemiológico e à diminuição dos riscos à segurança penitenciária – Dissertação de Mestrado – Emerson Bruno de Oliveira Gomes

 

Quando se fala em arquitetura prisional, geralmente a primeira imagem que se vem em mente é relacionado à segurança, prevenção à fuga. Eventualmente algo que possibilite a ressocialização, foco no conforto ambiental, sustentabilidade. Porém, considerando a amplitude do tema relacionado à arquitetura prisional, não se pode deixar de lado assuntos de extrema importância como o saneamento ambiental e as condições de saúde relacionados às instalações sanitárias dos estabelecimentos penais. Por esta razão, este trabalho ora publicado passa a ser um marco sobre o assunto.

Trata-se de dissertação de mestrado de Emerson Bruno de Oliveira Gomes, cujo título é “Projeto de bacia sanitária para carceragens masculinas visando à interrupção do ciclo epidemiológico e à diminuição dos riscos à segurança pública”.

A abordagem é mais voltada à problemática do saneamento ambiental dentro do sistema penal, sendo que o foco está na tentativa de redução de doenças e melhoria da segurança através das instalações sanitárias das celas, então, parte disso passa pela arquitetura por conta da localização e do formato dos espaços destinados aos sanitários e à manutenção.

 

Clique aqui para fazer o download do arquivo >  Diss – Bruno.pdf

 

 

Sobre o autor:

EMERSON BRUNO DE OLIVEIRA GOMES

servletrecuperafoto.gif

Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela UFPa (2004), especialista em Gerenciamento e Gestão da Qualidade na Indústria da Construção Civil (2006) e Mestre em Engenharia Civil (2009) pela mesma universidade. Atuou como chefe de projetos urbanos e arquitetônicos na Prefeitura Municipal de Ananindeua (2005), foi gerente de engenharia na Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (2007) e Colaborador Técnico cedido ao Ministério da Justiça (2009). Atualmente é gerente de projetos de engenharia e arquitetura na empresa M2p Arquitetura e Engenharia Ltda. e professor adjunto na Universidade da Amazônia.

 

Clique aqui para vizualizar currículo lattes

 

 

 

 

Join Amazon Prime – Watch Over 40,000 Movies